Memórias que contam a geração da energia em São Paulo: dos pioneiros aos funcionários de hoje

Quem vive no estado de São Paulo, assim como em todas as partes do Brasil, sofre quando apagam-se as luzes e os interruptores e diversos botões que comandam nossos infindáveis aparelhos elétricos não respondem aos nossos desejos. Mas, muitos poucos entre nós sabem de onde vem essa eletricidade. Menos ainda, como essa energia é gerada.

A história da construção e operação das usinas hidrelétricas, que começa nos rios que cortam o território brasileiro, conta um pouco sobre como essa energia é produzida. Mais que isso, remete a diferentes momentos da história nacional e suas demandas pelo aumento do potencial energético, o qual é responsável pelo conforto da modernidade eletrificada que vivenciamos na contemporaneidade.

Mas, quem poderia nos contar essas histórias?

Pensando nisso, a Duke Energy implementou um projeto de memória da energia a partir das usinas hidrelétricas sob seus cuidados e deu início à coleta de entrevistas com as pessoas que participaram das diferentes fases desse processo.

Com isso, estão sendo realizadas entrevistas com pessoas que presenciaram a construção e implementação das usinas hidrelétricas localizadas na bacia do Paranapanema. Salto Grande, Chavantes, Canoas, Jurumirim são o palco para a narrativa de histórias que misturam dados técnicos da construção e operação das usinas com as experiências vivenciadas pelos responsáveis por seu desenvolvimento.

Fala Escrita tem sido responsável pela coleta das histórias em projeto coordenado pela Códice – Memória e Arquivo.

Diferentes gerações se encontram em histórias e memórias e surge, com isso, uma história da produção de energia que vai além do conteúdo informativo. Assim, são conhecidas diferentes visões sobre a geração de energia, desde o cotidiano de trabalho e lazer nas usinas, até as transformações percebidas ao longo do tempo, sejam elas procedimentais, de segurança e saúde no trabalho ou mesmo nas relações estabelecidas com as comunidades e com o meio ambiente. São vidas inteiras dedicadas a um trabalho que chega a cada um de nós.

Sobre falaeescrita

Doutora em História Oral pela FFLCH da USP Ver todos os artigos de falaeescrita

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: