História Oral e Enfermagem: sensibilidades compartilhadas

A história oral tem ganhado destaque nos mais diversos espaços, sejam estes acadêmicos ou comunitários. Da mesma forma, as práticas profissionais que lidam diretamente com pessoas têm demonstrado preocupações éticas em que o estabelecimento de diálogo com a história oral aponta resultados interessantes.

Assim tem acontecido no campo da enfermagem, em que profissionais buscam atuar unindo conhecimentos técnicos e postura comprometida com aspectos subjetivos acerca do paciente e das relações com este estabelecidas. São práticas que valorizam sensibilidades e complementam o ato de cuidar inerente ao fazer da área da Enfermagem.

Defesa da dissertacão de Mestrado de Nathalie Leister "Transformações no modelo assistencial ao parto: história oral de mulheres que deram à luz da década de 1940 a 1980"

Anúncios

Sobre falaeescrita

Doutora em História Oral pela FFLCH da USP Ver todos os artigos de falaeescrita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: